Os Diferentes Tipos De Grãos De Café

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Quem gosta de café conhece bem a diferença que o grão escolhido faz no sabor da bebida. Existem dois tipos de grãos que podem ser usados na produção do café: Arábica (coffea arabica) e Robusta (coffea canephora). Ambos apresentam inúmeras variações, todos com aroma e sabor especiais.

Os Diferentes Grãos De Café

Tipo Arábica: A planta que dá origem a este tipo de grão é originária da Etiópia. A altitude do local do cultivo faz muita diferença na qualidade do café produzido: quanto mais alto melhor. Por isso, os grãos que são cultivados no Brasil apresentam uma excelente qualidade. O café feito grãos Arábica possui 50% menos cafeína, mas seu sabor costuma ser especial e ele é ideal para a produção das bebidas gourmet.

Café Bourbon: Uma das mais conhecidas variedades da planta arábica é o tipo Bourbon. Este café é mais popular em países estrangeiros. Entre suas principais características estão a textura achocolatada, a acidez média e o aroma forte. É uma bebida indicada para quem prefere o café com sabor adocicado, com notas aromáticas que lembram o caramelo.

Café Kona: Esta variedade é cultivada no Havaí, no distrito de Kona. O clima e solo da região são ideais para plantação de Arábica, especialmente as as áreas próximas aos vulcões Mauna Loa e Hualalai. A bebida feita com os grãos Kona é muito apreciada por quem gosta de cafés gourmet. Há quem considere este o melhor café do mundo.

Café Catuaí: Para garantir a boa qualidade desta variedade de Arábica, o ideal é que seja plantada a pelo menos mil metros de altitude. Este é um tipo de grão amplamente cultivado no Brasil. O café Catuai apresenta acidez moderada e dispensa a adição de açúcar.

Café Acaiá: Os grãos de acaiá são recomendados para quem prefere um café suave, com notas aromáticas que lembram frutas. O café de acaiá apresenta sabor achocolatado e acidez média. Para um sabor mais forte e corpo intenso, este café pode ser harmonizado com grãos de Bourbon.

Tipo Robusta: O café feito com este tipo de grão apresenta mais cafeína, portanto é indicado para quem prefere uma bebida forte e com gosto mais amargo. A planta Caffea Canephora, originária da Africa Ocidental, é cultivada em diversos países, inclusive no Brasil.
Esta é uma planta que desenvolve com facilidades em regiões de clima quente e úmido e em altitudes de até 600 metros. O grão originário desta planta apresenta maior resistência a pragas do que o tipo Arábica. Por estas e outras razões, é mais fácil e econômico cultivar plantações de Robusta.
Um dos usos mais comuns dos grãos de Robusta é nos cafés instantâneos. A adição desdes grãos faz com o café fique mais encorpado e um sabor mais amargo. As bebidas preparadas com estes grãos apresentam finalização prolongada, sabor achocolatado e teor de cafeína que pode variar entre 2 e 4,5%.

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE